FAZENDA MODELO

Instalada em 1918 pelo governo federal, a Fazenda Modelo teve como objetivo fomentar a agropecuária na região. Entre os anos de 1933 a 1958, antes de se transferir para Uberaba, Chico Xavier trabalhou como funcionário de serviços gerais e escriturário datilógrafo no local. Em 2010, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Federação Espírita Brasileira (FEB) e a União Espírita Mineira (UEM) inauguraram na antiga residência do Dr. Rômulo Joviano (onde Chico psicografou a famosa obra “Paulo e Estêvão”, dentre muitas outras), o “Espaço Cultural Chico Xavier”, contendo materiais sobre a sua vida e obra.

CASA DE CHICO XAVIER

Antes de se transferir para Uberaba, em 1959, Chico Xavier residiu nessa casa por, aproximadamente, 10 anos. No dia 2 de abril de 2006, ela foi adquirida e revitalizada por um dos instituidores da Fundação Cultural Chico Xavier e disponibilizada para visitação pública, mantendo todos os detalhes da construção original. Desde 2010, a Casa de Chico Xavier está sob a direção e coordenação do Grupo Espírita Scheilla de Pedro Leopoldo. Todas as obras psicografadas por Chico Xavier e muitas obras biográficas estão disponíveis no local.

CENTRO ESPÍRITA LUIZ GONZAGA

A instituição foi fundada por Chico Xavier e um grupo de amigos em 21 de junho de 1927. No dia 8 de julho do mesmo ano, Chico psicografou a primeira mensagem (foram 17 páginas assinadas por um amigo espiritual). A atual sede foi inaugurada no dia 2 de abril de 1950, construída no terreno onde existia o casebre em que Chico nasceu. Em 2010, foi inaugurado o “Memorial Luiz Gonzaga”, retratando a trajetória do médium na cidade, além da preservação de outros materiais importantes. 

CENTRO ESPÍRITA MEIMEI

Foi a segunda instituição espírita fundada por Chico Xavier e um grupo de amigos, em 31 de julho de 1952, com a finalidade de realizar atividades mediúnicas de desobsessão (reunião de auxílio a desencarnados). Os livros “Instruções Psicofônicas”, “Vozes do Grande Além” e “Registros Imortais”, concebidos no local, são alguns desses registros da mediunidade psicorónica de Chico Xavier. Em 2012, foi inaugurado o “Memorial Meimei”, contendo fotos e documentos de grande valor histórico. 

PRAÇA CHICO XAVIER

A inauguração da Praça Chico Xavier, no dia 15 de novembro de 1980, foi a segunda homenagem pública da cidade de Pedro Leopoldo a Chico Xavier (a primeira foi em 1967, com a outorga do título de “Cidadão Benemérito Pedroleopoldense”). Em 2000, a praça foi revitalizada, criando novos contornos arquitetônicos. Em 2004, foi confeccionado um busto em sua homenagem, de autoria do mesmo escultor do busto que se encontra no túmulo de Chico Xavier, em Uberaba. Em 2014, o maior médium de todos os tempos foi homenageado com uma estátua na praça, criação da artista pedroleopoldense Vânia Braga.

Shopping Basket